Carrinho

    Você ainda não adicionou nenhum produto ao seu carrinho.

Carrinho

Você ainda não adicionou nenhum produto ao seu carrinho.

BLOG
  • Como fazer sanduíche natural para vender na faculdade

    [ratings]

    Os universitários estão sempre buscando por lanches rápidos e gostosos, que consigam repor os compostos químicos cerebrais gastos durante os estudos. Uma alternativa que tem apresentado grande demanda são os lanches saudáveis e, por este motivo, resolvemos elaborar este post com dicas de como fazer sanduíche natural para vender na faculdade.

    De acordo com um estudo da Euromonitor International, o mercado de alimentação voltada à saúde cresceu 98% entre 2009 e 2014. E, com isso, o Brasil passou a ocupar a quinta colocação no ranking de vendas de alimentos e bebidas saudáveis.

    Presentes em diversos estabelecimentos, como lanchonetes bares, restaurantes e até mesmo nas praias, os sanduíches naturais são uma opção saudável, barata e que pode ser confeccionada sem grandes dificuldades. No entanto, apesar de simples, é preciso se atentar a alguns detalhes com relação a confecção desses sanduíches.

     

    Pesquise

    pesquise

    Antes de começar a produção, pesquise. Pesquise preços, pesquise sabores, pesquise a situação do mercado. Isso te ajudará a estabelecer um rumo para o seu negócio. Com relação aos sabores, os mais comuns são atum, frango e ricota.

    No entanto, você pode perguntar às pessoas por qual sabor elas possuem mais preferência. As preferências alimentares variam muito de região para região e pode ser que, com essa pesquisa, você descubra um nicho perfeito a ser explorado.

     

    Tenha bons fornecedores

    tenha-bons-fornecedores

    Alguma vez você já experimentou um sanduíche natural que estava seco, sem graça ou com pouco recheio? Assim como uma boa receita, contar com fornecedores de qualidade será imprescindível para evitar que esse tipo de problema aconteça. Além disso, evite fazer suas compras no supermercado, pois os preços elevados podem encarecer e inviabilizar a sua produção.

     

    Cuide do local de trabalho

    cuide-do-local-de-trabalho

    Para começar a produzir não é preciso de muita coisa, basta contar com um local que ofereça as mínimas condições, como higiene e segurança, para montar os lanches. Além do mais, pela possibilidade de trabalhar em casa, você fica livre dos custos de se obter uma franquia ou loja própria e se concentra apenas na conquista de clientes e na obtenção de lucro.

    Lembre-se sempre de zelar pela higiene deste local e procure adotar boas práticas de limpeza, com relação a todos os processos, desde a montagem, até a armazenagem e a conservação dos sanduíches naturais.  Como já explicamos neste post sobre lasanhas congeladas para vender.

     

    Dicas preciosas para os seus sanduíches

    dicas-para-seus-sanduiches

    Para começar, evite colocar ingredientes polêmicos dentro do seu sanduíche, como azeitona, milho e cebola. Inicie com o básico e, conforme for aumentando a sua cartela de clientes, pergunte a eles quais outros sabores gostariam de provar.

    Para oferecer versões ainda mais saudáveis dos seus lanches, é possível substituir a maionese por creme de leite, requeijão ou iogurte natural. Lembre-se ainda de que o tomate pode soltar muita água, contribuindo para o azedamento do sanduíche, que tem que ficar úmido, não molhado.

    Para conservar os sanduíches, embale-os um a um em filmes plásticos transparentes e guarde-os em caixas térmicas. Além disso é preciso colar uma etiqueta com a data de fabricação, para não esquecer dos prazos de validade.

    Para completar o serviço você também pode oferecer bebidas naturais como sucos e chá. Garantindo uma refeição completa aos seus clientes.
    Viu, só? Preparar sanduíche natural para vender na faculdade não é uma tarefa tão difícil e, com ela, é possível conseguir lucros incrivelmente satisfatórios. Aproveita que você chegou até aqui e conta pra gente o que achou do post, nos comentários abaixo.

    Até a próxima!

    Comentários

    Deixe uma resposta
  • Categorias