Carrinho

    Você ainda não adicionou nenhum produto ao seu carrinho.

Carrinho

Você ainda não adicionou nenhum produto ao seu carrinho.

BLOG
  • Praticidade: salada no pote para vender

    Além da praticidade, o armazenamento da comida em potes de vidro oferece uma série de vantagens, como impedir o contato direto do alimento com o ambiente externo e conservar a comida por mais tempo. E por conta desses benefícios, a salada no pote tem conquistado, dia após dia, uma legião de entusiastas, transformando a refeição em uma espécie de febre entre os consumidores.

    Por conta desta popularidade, resolvemos montar este post com algumas dicas de como começar a comercializar esta novidade, perfeita para garantir um almoço rápido, prático, saboroso e saudável, especialmente para quem vive na correria.

    Investimento

    investimento salada no pote

    Para começar, os materiais necessários são aqueles que você já tem em sua cozinha, como potes, talheres e panelas. Será preciso investir apenas na compra dos potes de vidro que abrigarão cada salada para a venda, além de ingredientes de qualidade e de algo apropriado para o transporte, como uma caixa de isopor. Mais tarde, conforme o negócio for ganhando forma, será possível montar uma cozinha industrial a fim de preparar os ingredientes em um ambiente mais apropriado.

    Divulgação

    Assim como em diversos outros negócios que já mencionamos aqui no blog, o boca a boca continua sendo a melhor maneira de iniciar a divulgação dos seus produtos. A internet, principalmente as redes sociais, também é uma ótima forma de conseguir contato rápido e fácil com pessoas interessadas em comprar salada no pote.

    Como montar a salada no pote

    como montar salada no pote

    Para facilitar a hora de comer e preservar a qualidade e aspecto de cada ingrediente, é importante que a montagem da salada no pote seja feita em camadas.

    Concentre o molho na primeira camada

    O molho é sempre o primeiro ingrediente a ser colocado no pote. Ele pode ser feito de diversas formas, seja com iogurte, mostarda e mel ou apenas o tradicional azeite.

    Ingredientes mais densos na segunda camada

    Logo após o molho o ideal é adicionar os ingredientes que não vão murchar em contato com o líquido, como é o caso do tomate-cereja, da cenoura, do milho, do pepino e do palmito.

    As proteínas são a terceira camada

    Na sequência, a proteína escolhida, como atum, frango ou carne, deve ser adicionada. É importante que estes ingredientes sejam desfiados ou cortados em pedaços bem pequenos, que facilitarão o momento da refeição.

    Adicione os carboidratos na sequência

    Carboidrato na salada? Claro que sim! Para uma refeição equilibrada, vale complementar a montagem da salada no pote com batata-doce e abóbora assada, por exemplo.

    As folhas devem ficar por cima

    Por fim, os ingredientes mais delicados: as folhas! Escolha as de sua preferência, como alface, rúcula e agrião. Também vale acrescentar algumas sementes funcionais, como gergelim e chia, para potencializar o valor nutricional de cada salada.

    Cuidados importantes

    cuidados importantes salada no pote

    Por se tratar de um produto alimentício, é preciso ter cuidado redobrado durante o preparo e o processo de montagem de cada salada no pote. Sendo assim, os potes de vidro precisam ser esterilizados e o prazo de validade, que não deve ultrapassar os seis dias na geladeira, deve ser respeitado. Por fim, vale investir em algum curso relacionado a higiene e a manipulação de alimentos, para garantir a máxima segurança durante o consumo dos seus produtos.

    Agora que você já sabe como preparar salada no pote, que tal perder o medo e começar a empreender neste tipo de negócio?

    No Blog da Dalen você ainda encontra uma série de posts com outras dicas de negócio que poderão te ajudar.

    Até a próxima!

    Deixe uma resposta
  • Categorias