Carrinho

    Você ainda não adicionou nenhum produto ao seu carrinho.

Carrinho

Você ainda não adicionou nenhum produto ao seu carrinho.

BLOG
  • Massas italianas para o seu restaurante

    A Itália é mundialmente conhecida por seus pratos tradicionais, mas as grandes estrelas são, sem dúvida, as massas italianas. Espaguete, rigatone, linguine, tortiglioni… Variedade é o que não falta e, para começar, é preciso conhecer esse leque quase infinito de opções.

    Tipos de massas italianas

    As massas italianas são divididas em quatro grupos principais: curtas, longas, frescas e secas.

    Massas frescas

    massas italianas

    As massas frescas são aquelas artesanais, feitas em casa, à base de farinha de trigo, ovos (ou não) e, eventualmente, água ou vinho branco.

    Massas secas

    massas italianas

    À base de sêmola de trigo duro e água, as massas secas são aquelas que encontramos comumente nas prateleiras do supermercado, raramente feitas em casa.

    Massas curtas

    massas italianas

    Menores (menos de 10 cm de comprimento) e de rápido cozimento, as massas curtas, como conchiglione, gravata, caracol, risoni e fusilli, são ideais para molhos mais espessos, pois seu tamanho e seu formato ajudam a massa e o molho a estarem sempre juntos.

    Algumas massas curtas, como é o caso do Rigatone, Tortiglioni e Penne, ainda são vazadas, o que permite que elas sejam recheadas.

    Massas longas

    massas italianas

    Esse tipo de massa, com mais de 10 cm de comprimento, como spaghetti, fettuccine, fidelini, talharim, pappardelle, linguine e tagliatelle, é acompanhado por molhos menos espessos, como o de tomate (o mais tradicional da cozinha italiana).

    Molhos leves, como o carbonara ou um molho preparado com ervas finas também são ótimos acompanhamentos para essas massas. O preparo, assim como o das massas longas, também é minucioso, pois o ponto deve ser seguido à risca, para que não fiquem moles ou duras demais e, sim, al dente.

    + Leia também:

    - De hambúrguer a tiramisù: O que vender em trailer de lanche?

    - Como montar um curso de culinária?

    Pratos que não podem faltar no seu restaurante

    Com todos esses tipos de massas disponíveis, o que não faltam são receitas para cada uma delas e as mais tradicionais são quase que obrigatórias em restaurantes que servem essas iguarias, como as cantinas italianas, por exemplo.

    Spaghetti à carbonara

    massas italianas

    Existem várias versões sobre a origem e sobre o modo de preparo desta receita e as mais polêmicas, inclusive, levam até creme de leite.

    Rigatoni com ragu de linguiça

    massas italianas

    Os protagonistas deste prato são a linguiça toscana e o soffritto, uma combinação de cebola, cenoura e salsão picadinhos, que serve de base para molhos de longa cocção.

    Ragu à bolonhesa

    massas italianas

    Esse é um dos pratos mais clássicos, com diversas versões no Brasil. De preparo extremamente simples, a receita é perfeita para qualquer ocasião, desde um jantar mais sofisticado a um almoço de fim de semana com a família.

    Spaghetti al limone

    massas italianas

    De preparo simples e sabor refrescante, o Spaghetti al limone leva o sumo e as raspas de limão-siciliano. E para acompanhá-lo, vinho branco é uma ótima opção.

    Agora que você já conhece as principais massas italianas para o seu restaurante, que tal escrever-nos contando a sua opinião sobre o post? Vamos adorar ler a sua mensagem.

    Até a próxima!

    Deixe uma resposta
  • Categorias